23/03/17

Quanto custa o meu trabalho?


Olá pitinhos

O ano passado recebi na minha página do facebook uma mensagem. Pediam-me o preço para um banner com 9 letras. Dei o valor e qual não foi o meu espanto quando a pessoa me respondeu que achava um absurdo. Disse-lhe educadamente que estava no seu direito de não aceitar mas que não dissesse que o meu trabalho era um absurdo. Resumindo insultou-me, chamou-me ladra e mandou-me "cozer" meias.

Fiquei um bocado danada mas o episódio passou e felizmente tive muito trabalho o que ajudou a esquecer o episódio.

Hoje outra pessoa entrou em contacto comigo para pedir orçamento para brindes para um evento. A resposta que recebi fez-me recordar o episódio que relatei.
O pedido foi para estas coroas concretamente:


Dei o valor para a quantidade que me apresentaram, dizendo que na aceitação do orçamento os portes de envio eram oferta.
É uma prática que tenho quando tenho uma encomenda assim. Digamos que é um mimo que faço à cliente.
Responderam-me que era fora do orçamento que tinham (o que aceito totalmente) e que arranjavam quem fizesse por metade do que apresentei.

Ora aqui é que está a minha indignação. Enquanto houver pessoas que oferecem o seu trabalho às clientes o trabalho artesanal nunca vai ser valorizado.
Eu sei que as coisas não estão fáceis para a maioria das pessoas, que o artesanato não é pão para a boca, mas é o meu trabalho.
São muitas horas a responder a mensagens, a dar orçamentos, a escolher os tecidos, que por serem de qualidade são caros, a fazer as peças, a gastar electricidade e fitas e afins, a não estar com a minha familia e a trabalhar às vezes cansada do emprego e da lida da casa até altas horas, a ser fotógrafa, informática, a embalar tudo com todo o cuidado, a ir até aos correios fazer os envios. São muitas horas, muito trabalho e as pessoas só querem coisas baratas.
Podem dizer-me que faço porque quero, é verdade, mas faço porque gosto e porque é uma ajuda no orçamento familiar. Mas estou registada, pago os meus impostos. Isto não é uma brincadeira qualquer. Começou por ser uma experiência que resultou num negócio a sério.

Por isso fiquei triste, desalentada com o que li. Não me vai fazer parar, nem desistir, mas magoa que não se dê valor ao trabalho artesanal, porque a maioria das pessoas não compreende que isto é um modo de vida, uma paixão.

Desculpem o desabafo e o texto ser tão longo.
Mas hoje fiquei mais desiludida com isto tudo. Não pretendo palmadinhas nas costas nem fazer-me de coitadinha, mas...

O meu trabalho é de qualidade, os materiais que uso são de qualidade por isso os preços têm de acompanhar essa qualidade.
Aceita quem pode e quer é verdade, mas não me venham dizer que uma coisa mais barata vai ficar melhor do que o que eu faço. E sim não estou a ser modesta porque sei do que sou capaz.

Até já



Marta




23 comentários:

  1. Marta só há uma resposta manda dar uma volta ao bilhar grande ...espero que o barato não lhe saia caro beijinhos e continua tudo o que fazes é lindo e adoro as tuas ideias de decoração

    ResponderEliminar
  2. Muito bem!
    É mesmo isso enquanto houver gente a oferecer o seu trabalho não há quem valorize o artesanato.

    Infelizmente esse é um trabalho ainda muito moroso :(

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas temos de continuar a lutar para essa valorização acontecer.
      Beijinho e obrigada pelo apoio 😊

      Eliminar
  3. Eu também tenho esse problema, mas curiosamente só cá em portugal :)
    Tens razão: São muitas horas, criatividade, perfeição, dedicação, atenção aos pormenores e sobretudo despesas com material (quanto mais qualidade, mais caro fica).
    Eu acho que as pessoas dizem isso porque ficam muitas vezes frustadas por gostarem das coisas, mas não as poderem comprar. Acho que cá é um bocado disso também. E as tontas que dão tudo de barato pensando que têm mais sucesso, só que estão a desgastar-se e no fim não ganham nada ou então o produto final é tipo roupas do Bangladesh kkkk

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois Susana acho que o problema passa um pouco por aí: gostarem e não poderem comprar, mas eu não preciso de saber as razões. Basta que me digam um obrigada que já fico contente.
      E depois há o outro lado: vão comprar a quem faz mais barato e sem qualidade e depois acham que quem vende online só engana os outros.
      Mas enfim...
      Beijinho e obrigada

      Eliminar
  4. Duvido que façam metade do preço... deve tê-lo dito para ver se tu fazias mais baixo. Se já tinha um orçamento tao barato para que foi pedir o teu? E se fizerem metade do preço é porque não o fazem como profissão ou estou ainda a começar e querem ganhar terreno.

    É por estes motivos que se devia cobrar para orçamentar (e sendo adjudicado desconta vá-se na encomenda)... às vezes é uma perda de tempo e um autêntico desrespeito ao nosso trabalho.

    Se a pessoa não contava com um valor tão alto pode até ter a honestidade de o dizer mas não precisa desrespeitar.
    Isto não é a loja dos chineses...

    Beijinhos Marta, esquece isso... esse tipo de clientela não é o teu público alvo...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cris mas fazem mesmo mais barato, nem imaginas. Aceito que as pessoas que estão a começar não queiram praticar preços mais altos porque precisam de angariar clientes, mas para sempre os mesmos valores e a má qualidade não.

      E refiro sempre que ninguém é obrigado a aceitar os valores que apresento, mas não me digam que vão comprar noutra pessoa porque faz por metade do preço. Um simples "obrigada" já chega.

      Beijinhos

      Eliminar
  5. Também já me aconteceu o mesmo, alguns clientes até dizem “já vi mais barato na feira e nos chineses”… às vezes tento explicar como as peças são feitas, o tempo que demora, que não encontram este artigo na feira… mas a maioria dos casos é uma perda de tempo, não vale a pena dar explicações…
    Infelizmente estas situações, muitas vezes são culpa do artesão, que não valoriza o seu trabalho...nas poucas feiras que participo encontro muitas situações destas, vejo preços ridículos, interrogo-me, como é possível… são situações que não favorecem ninguém, nem mesmo quem vende mais barato.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quando fazia feiras também ouvia cada uma: desde "ai tão giro parece de compra" até "aquela banca vende mais barato".
      Mas enquanto houver pessoas que acreditam que por fazerem preços mais baixos conseguem mais clientes nunca vamos avançar.
      Beijinhos e obrigada

      Eliminar
  6. As pesoas não valorizam, não sabem o trabalho que dá.. Nem o custo dos materiais (que é muito caro)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Ana
      As pessoas não querem saber se dá trabalho ou não. Querem é o barato e às vezes arrependem-se.
      Beijinho

      Eliminar
  7. Percebo perfeitamente porque já passei pelo mesmo. Eu e a minha mãe também formámos um negócio de artesanato e decidimos deixar de trabalhar de graça porque fizemos contas e às vezes mal dava para pagar o material. É algo que fazemos porque gostamos e com muito amor mas é o nosso trabalho! Se um médico não tem vergonha de pedir o valor da consulta porque é que nos devemos ter?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas é isso que me refiro. Não me incomodou não terem aceito o orçamento mas a justificação.
      Beijinho e obrigada

      Eliminar
  8. Um dia, uma senhora abordou-me numa feira e disse-me que as minhas peças eram caras, e que numa outra banca estavam quase iguais (?!) e mais baratas (!). Só lhe perguntei, por quanto é que ela faria aquele trabalho que demorou 'x' horas a concretizar-se, o tecido custou 'y' e que foi escolhido por mim pela qualidade... que levou mais "este e aquele" material, que tem de se fazer "isto e aquilo"... A senhora ficou a olhar para mim, como que a tentar fazer as contas de cabeça...
    Quem dá valor, compra.
    Se o nosso trabalho nos enche o coração, não devem dar valor a comentários mesquinhos, infelizes e (muitas vezes) invejosos...

    Continuação de muita inspiração e bom trabalho!
    😘❤

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada 😄 Rita
      Beijinho e bem vinda aos Pitinhos

      Eliminar
  9. O problema é que hoje em dia não valoriza estes trabalhos....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas tem de se começar por algum lado e eu valorizo muito o que faço. Não é por ficar sem uma encomenda que vou baixar o valor do meu trabalho.
      Beijinhos e obrigada

      Eliminar
  10. Adorei o post!
    As pessoas, principalmente as que não são artesãs tem "mania" de precificar o nosso trabalho ou até diminuí-lo. Isso acontece muito com a gente.
    E só a gente sabe o quanto trabalho foi pesado, quanto deixamos a nossa família de lado, quanto deixamos o fim de semana, um almoço com os amigos só para dar ênfase no nosso trabalho, terminar as nossas peças... ou seja, nos derramamos completamente sobre o que estamos fazendo e no final a gente leva uma dessas na cara. Ahhhh, eu fico triste, chateada demais com essas atitudes. Antes de um possível cliente falar que está caro, pergunte quanto tempo demora pra fazer uma peça, pergunte quanto gastou no material, na energia elétrica, no tempo em que ficou sentada, muitas vezes com uma postura torta... Artesanato é: artesão, é sentimento, é suor, é muito amor envolvido!

    Maravilhoso post, Martinha!
    Te amo! Continua! Tô amando!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tão verdade flôr :)
      Mas estamos aí na luta sem baixar os braços porque nosso trabalho vale mais que todas essas amarguras.
      Beijinhos amada

      Eliminar
  11. Bom dia Marta querida!
    O seu trabalho é lindo! E sim, eu entendo perfeitamente o que você fala... Por aqui é igualzinho. A maioria das pessoas não valoriza os produtos artesanais... Sei como é trabalhoso e demanda tempo.
    Mas, tenho certeza de que tens muitos outros exemplos positivos, de pessoas que ficaram felizes com os tesouros que você produz! É nelas que você deve pensar minha querida!
    Continue fazendo o seu trabalho com muito amor.
    Um beijo, Inês

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pelo carinho Inês querida.
      Tenho sim muitas pessoas que gostam do resultado do meu trabalho e voltam a pedir mais artigos.
      E tenho o apoio e o carinho dos amigos (como tu).
      Beijinhos
      Marta

      Eliminar

Obrigada por visitar este espaço. Deixe o seu comentário. É importante saber a sua opinião.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...